terça-feira, 5 de abril de 2011

Como Cuidar do Idoso Portador de Alzheimer

Saiba como Cuidar do Idoso Portador de Alzheimer.
Todo idoso portador de Alzheimer,em fase moderada, apresenta problemas sérios de memória, não só de curto prazo, mas também memórias mais antigas. E isto pode gerar uma mudança de comportamento: agitação, raiva súbita, agressão, xingamentos, comportamentos sexuais inadequados, dentre outros. É isto que cansa as famílias e cansa o cuidador familiar: idoso com comportamento alterado! Devido a isso, alguns destes idosos podem até ser levado para instituição de longa permanência (casa de repouso), pois a família não aguenta mais cuidar.

Orientações e dicas ajudam muito a família no cuidado com o idoso portador de Alzheimer, pode ser ainda o melhor remédio para reduzir estes problemas de comportamento. Abaixo, várias dicas. Vale a pena conferir!

1- Repetiremos sempre: é a doença, é o quadro de demência que gera problemas de comportamento. O idoso não agita deliberadamente, de propósito.

2- Contornamos melhor a agitação, se temos um ambiente agradável e seguro, se proporcionamos e supervisionamos atividades e tarefas durante todo o dia, se temos apoio dos familiares e de outros cuidadores (se os tiver), aprendendo juntos habilidades necessárias para melhor cuidar do idoso.

3- Em muitos casos, a agitação ocorre devido à pouca preparação do cuidador/familiar em saber lidar com o idoso afetado pela demência.

4- Carinho, afeto e atenção tornam o idoso mais fácil de lidar, em caso de agitação.

5- Não dê falsas promessas e nem diga mentiras. Conquiste cada vez mais a confiança do idoso.

6- O idoso, pela demência, pode esquecer facilmente. Portanto, não fique criticando-o ou lembrando-o de episódios tristes e angustiantes do passado.

7- Para saber lidar com o idoso com demência, é necessário primeiro aprender o que é esta doença.

8- A prática da boa comunicação é importante. Fale devagar, olhando para o idoso e dizendo frases curtas e objetivas. Não lhe dê muitas opções de escolhas.

9- Tenha sempre um ambiente calmo e tranqüilo, encorajando o bom humor, a alegria e o riso. Relaxar faz bem contra a agitação!

10- Não provoque, no entanto, muitas emoções no idoso. Preocupações, alegrias e tristezas em excesso podem deixá-lo mais confuso e agitado.

11- Demonstre segurança e confiança no trato com o idoso. Procure ter o controle da situação em que ocorre a agitação. A autoridade e a firmeza (com calma e suavidade) podem ajudar a conter o idoso e deixá-lo mais cooperativo.

12- Não empurre, não bata, não grite e nem xingue! NUNCA!

13- Esteja atento para o nível de frustração do idoso. Carinho, amor e atenção, bem como o abraço e o toque, podem deixá-lo menos frustrado e sentir-se mais tranqüilo e amado.

14- Procure tratar o idoso com a maior naturalidade possível, não o tratando com uma criança, ou como um doente, mesmo que o seja. Agir assim pode evitar mal-entendidos e conflitos. Lembrar que o idoso pode perceber e ter sentimentos, como nós.

15- Ocupação, atividades e tarefas domésticas ou sociais ajudam a preencher o tempo, dando valorização e importância ao idoso.

16- Como cuidador/familiar, não tenha muitas expectativas de que o idoso irá melhorar, ou que se consiga controlar bem todos os seus sintomas. Estamos lidando como uma doença que AINDA não tem cura ou controle efetivo. Procure ser realista!

17- Evite discutir com o idoso! A maneira de reagir e de entender os fatos está alterada. Tentar convencer ou discutir, com muitos argumentos, como adultos normais, só irá piorar a agitação.

18- Um ambiente propício, bem iluminado, calmo e tranqüilo, bem sinalizado, sem muitas alterações na rotina diária deixa o idoso mais calmo e com melhores condições de lembrar de “seu” lugar, de sua casa. Evitar muitas aglomerações, muitas confusões e muitas festas.

19- A agitação pode resultar de fome ou sede. Procure supervisionar a alimentação do idoso.

20- A agitação pode ser sinal de dor ou de outro desconforto físico. Pergunte ao idoso, com calma e clareza, o que ele está sentindo. Procure em seu corpo algum sinal de problemas de saúde.

21- Evite tarefas cansativas e difíceis, não dando ao idoso, responsabilidade além de suas possibilidades.

22- tenha muita paciência com o idoso!

Mesmo com todas estas dicas acima, o idoso ainda pode estar difícil de ser controlado, tornando-se sempre agitado. Este tipo de situação causa um grande estresse aos familiares e cuidadores. Converse com o médico do idoso sobre o problema, pois neste caso, junto com todas estas dicas, será necessário o uso de medicamento para controlar a agitação e o comportamento.
Todo idoso precisa de Carinho!

Seguidores

Google+ Badge

Postagens populares

Prestação de serviço

  • "TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE:"
  •